Por Dionara Jung Conrad

Recursos escassos, olhar atento, preocupação com os detalhes são os maiores insumos para desenvolver a criatividade nas empresas. Historicamente os países que passaram por grandes guerras e catástrofes tornaram-se potências mundiais capazes de se reinventar a cada nova crise.

Com este olhar convido os empresários a trocarem as lentes que observam o momento econômico em nosso país e se desafiem a criarem uma nova perspectiva sobre seus negócios. Mas como fazer isso? Separei algumas dicas que  podem ser colocadas em prática imediatamente.

– Empodere seu time: Estimular sua equipe a ser mais participativa e trazer todos como protagonistas do sucesso é o primeiro passo. Pare de dizer para as pessoas o que elas tem que fazer, e pergunte a elas, como você poderia ter feito melhor? O que você vai fazer para mudar o resultado? Quando  dizemos o que precisa ser feito, se der errado a culpa é nossa, se a pessoa assume o que precisa ser feito ela se sente muito mais responsável pelo resultado. Distribua o poder.

– Colabore com seus clientes e fornecedores: Entenda o momento deles e pensem em estratégias conjuntas que alimentem toda a cadeia produtiva. O compartilhamento e a colaboração é a maior força da humanidade, a força do coletivo nos torna maiores e somos capazes de realizações que sozinhos seriam impossíveis. Busque seus parceiros e realize algo maior.

– Priorize, tempo e dinheiro precisam estar a serviço das suas metas, dedique-se para avaliar com o que você tem gastado seu tempo e seu dinheiro e diga não ao que não te serve mais, ao que não te faz bem. Reveja hábitos que não são positivos, obrigações sociais que não te agradam mais e deixa pra trás.

– Evolua, o mundo está em evolução constante e precisamos estar alinhados com essa velocidade, o que fazíamos ontem não funciona mais hoje. A crise nos força a evolução, nos tira da zona de conforto. Em que áreas você está acomodado? O que você precisa aprender com este momento?

– Confie e pare de reclamar, algumas pessoas tirarão grande proveito desta crise seja uma delas.

Traga o problema pra você e assuma a responsabilidade sobre a sua vida. Colocar o problema no governo, nos políticos, no mercado é a forma mais cômoda de se vitimar e terceirizar a questão. A pergunta que cabe aqui é – O que você pode fazer para mudar o resultado?

E por fim, viva o aqui agora, pois a maior parte de nossas preocupações nunca se realizaram, e estão sendo induzidas pela mídia e burburinhos fatalistas. Cultive cada dia sua felicidade, faça o seu melhor dia após dia, esteja focado no presente, quando você se der conta vai se perguntar… não tinha uma crise por ai?

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com